Cerimônia das Rosas

por | abr 7, 2018

O estilo de vida formal é cheio de tradições e cerimônias que são ocasionalmente presenciadas pelo mundo externo e talvez uma das mais comoventes e significativas seja a Cerimônia das Rosas. Essa cerimônia é cheia de simbolismos e misticismo que data de séculos atrás. Equivalente ao casamento baunilha, a Cerimônia das Rosas é realizada para celebrar a decisão de um casal de se tornarem parceiros por toda a vida. É um verdadeiro simbolismo de comprometimento eterno, e pode ser realizada também para renovar uma relação que superou dificuldades. A cerimônia nunca é pública, sendo testemunhada apenas por amigos íntimos do casal e apesar de muitos escolherem adicionar toques pessoais, a essência da cerimônia permanece.

A submissa carrega uma rosa branca que não desabrochou completamente, enquanto o Dominante carrega uma rosa vermelha que desabrochou completamente. Ambas as rosas devem ter sido cortadas recentemente e estar com os espinhos. Para as duas partes seguintes do ritual, são necessárias várias velas (ou um queimador de álcool que produza chamas) e uma corrente de metal leve que deve medir entre 1,80m e 2,50m.

O casal, juntamente com dois de seus amigos mais próximos, ficam em pé, um de frente para o outro. A submissa, usando apenas um vestido simples, segura sua rosa branca. O Dominador, segurando a rosa vermelha, remove a coleira do pescoço da submissa passando-a rapidamente pelas chamas do queimador ou vela e a devolve ao pescoço da submissa. Enquanto fecha a coleira, ele declara a submissa que a protegerá e guiará por toda a eternidade.

Com um espinho de sua rosa vermelha o Dominador fura o dedo do meio da submissa e deixa que duas gotas de sangue pinguem nas pétalas da rosa branca. Ela então oferece os espinhos de sua rosa e ele perfura o próprio dedo, deixando duas gotas de sangue cair na rosa da submissa, uma gota sozinha e a outra sobre as gotas dela. Os dois então pressionam seus dedos juntos e unem as mãos fazendo seus votos de união pelo sangue. As testemunhas seguram as extremidades da corrente e passam rapidamente pelas chamas e em seguida envolvem o casal com ela.

Novamente eles fazem seus votos de serem unidos por suas almas pela eternidade. As rosas se tocam e então são trocadas, a corrente é removida e cuidadosamente envolvida em um tecido e entregue ao casal após a cerimônia.

As rosas são colocadas em um vaso e serão mais tarde levadas a suíte nupcial para permanecer como um lembrete de sua união. Pela manhã eles dividem sonhos e aspirações enquanto tiram as pétalas das rosas e as colocam seguramente em uma caixa. Essas pétalas são guardadas pela vida do casal e uma porção é enterrada com cada um deles em sua morte. A corrente é passada a um membro da família ou a um amigo para usarem em suas próprias cerimônias.

O significado das rosas

A rosa branca ainda por desabrochar completamente, simboliza a submissão dela. A cor branca representa a pureza de seu presente, enquanto as pétalas ainda pouco abertas mostram que a submissão dela ainda não desabrochou completamente. A rosa vermelha desabrochada quase completamente, representa a dominância dele. O vermelho representa a paixão e o desejo de proteger e possui-la a qualquer custo, mesmo que isso signifique que ele precise derramar o próprio sangue. A rosa aberta simboliza que ele está pronto e é maduro o suficiente para assumir as responsabilidades necessárias. A troca das rosas é um simbolismo de um se dando ao outro.

A coleira

Em outros tempos a coleira seria feita de metal e aquecida até brilhar, seria então mergulhada em água fria para temperar após queimar todas as impurezas. Essa ação simboliza a remoção das impurezas do círculo de propriedade provido pelo Dominador. Todas as influências exteriores são queimadas no calor do desejo de proteger e defender sua submissa. Temperar o metal simboliza o fortalecimento de seu comprometimento submergindo nas águas da vida. Hoje simbolizamos isso apenas passando a coleira rapidamente pela chama.para proteger e defender sua posse. As gotas que se misturam indicam a união, e pressionar os dedos perfurados representa uma união tão forte quanto a união de sangue, agora eles são mesma carne e sangue.

A corrente

Os elos da corrente representam os eventos que levaram o casal a se unir, um ligado ao outro, unindo-se para completar a corrente. Passá-la pelo fogo simboliza a purificação de todos os eventos de seu tempo juntos e de seus passados. Todas as coisas ruins são queimadas no esquecimento e apenas as boas permanecem. Envolver o casal na corrente é um simbolismo visual da união de duas almas em uma. Essa corrente nunca mais será usada para outro fim, apenas em cerimônias similares quando for passada a outra pessoa.

As pétalas

A mistura das pétalas significa a mistura das vidas. Casais geralmente as mantém em uma urna ou jarra decorativa quando as pétalas secam completamente.

Quando um dos parceiros vem a falecer, uma porção das pétalas é enterrada com ele para simbolizar a união eterna e o restante será utilizado da mesma forma quando o outro parceiro falecer.

Lady Eve

"And it's so easy when you're evil
This is the life, you see
The Devil tips his hat to me
I do it all because I'm evil
And I do it all for free
Your tears are all the pay I'll ever need"
-Voltaire, When you're evil