Spanking

por | mar 16, 2018

Sozinho, acompanhado, só com as mãos ou com acessórios, erótico ou punitivo, a verdade é que todos amamos!

O spanking é definitivamente a queridinha das práticas dentro do Universo BDSM. Por ser uma técnica versátil, ela pode ser aplicada desde iniciantes até os masoquistas mais pesados, ser usada tanto sozinha quanto associada a algum tipo de Role Play.

Com equipamentos ou apenas com as mãos, para punir ou para recompensar. A verdade é que o spanking é como uma porta de entrada para os praticantes do meio e está inserido em uma infinidade de práticas que é difícil até de contabilizar.

A origem e a história do spanking  é um mistério, uma das primeiras representações pictóricas é encontrada em uma tumba Etrusca chamada Tomba della Fustigazione datada do século 5A.C., nomeada em referência as imagens da flagelação erótica. O Kama Sutra por exemplo possui um guia detalhado de como fazer um spanking correto na parceira durante o sexo. Imagens de Spanking erótico compõem grande parte da pornografia da era Victoriana. Alguns sugerem que o interesse emspanking como forma de BDSM surgiu apenas em meados de 1950 e provavelmente só foi considerada uma forma válida de sexualidade no Século 20, mas não existem registros de quando e como foi inserido como prática BDSM.

Cuidados

Vamos lembrar que a intenção dentro do spanking é causar dor e não danos permantes e como qualquer outra prática exige alguns cuidados:

  • Antes de mais nada lembre-se:
    NUNCA bata em um momento de raiva.
  • Defina uma safe-word
  • Converse! Discutir limites, marcas, locais e até condições médicas diminui os riscos de uma sessão mal sucedida.
  • Entenda os limites de dor do spankee.
  • Preste atenção nos sinais que seu spankee emite, linguagem corporal e sons emitidos são os melhores guias, através deles podemos entender quando inserir uma pausa, ou aplicar mais força.
  • Saiba quando parar, menos pode ser mais! Nem sempre o spankee vai estar pronto para soltar a safe-word. Durante uma situação de subspace, por exemplo, o spankee pode perder completamente a noção de dor e tolerância e pedir por
    mais, podendo causar danos e talvez traumas dificeís de superar posteriormente.
  • Se estiver em dúvida, não faça.

O Aquecimento!

Durante um spanking, mais sangue corre para a pele, os músculos relaxam e a excitação
começa.

Comece o aquecimento colocando seu parceiro na posição desejada, aproveite esse momento para acariciar e sentir a área que será alvo do spanking, brinque com sensações, massageie, aperte, quanto mais relaxado o parceiro se sente melhor a sensação do spanking.

Inicie com impactos leves e aumente a força gradualmente, observando a reação do parceiro e  intercale com com outras sensações.

Sinta a temperatura do local, observe a coloração, local quentinho e com uma bela coloração rosada significa que o aquecimento foi concluído com sucesso.

Tipos de Sensações

Todos os acessórios para spanking produzem sensações que podem variar de ardência a baque. A ardência é uma dor mais superficial na pele, enquanto o baque vai mais fundo e tem uma sensação mais penetrante. Algumas pessoas criam preferências, outras gostam das duas e outras ainda preferem uma para aquecimento e a outra para ser usada mais tarde.

Se você não sabe qual sensação seu parceiro prefere, comece com calma, perguntando e testando , observando sempre as reações.

Lembre-se que as referências podem mudar de acordo com o estado de excitação, com o nível de aquecimento ou do humor do parceiro.

Conhecer o tipo de sensação causado por cada instrumento te dá uma grande vantagem na hora da sessão, podendo alternar e brincar com os tipos de dor que quer infligir.

Posições

De Quatro

Deitado na cama com as pernas juntas e a bunda para cima é a posição menos dolorosa para se receber um spanking. Os músculos e o corpo estão relaxados, com mais liberdade para tencionar a parte que recebe o spanking a cada golpe. Há também mais espaço para chutar e mexer, o que ajuda a liberar a sensação de dor. É a posição mais  indicada para iniciantes .

No Colo

Deitado sobre o joelho é um ponto intermediário de gravidade em posições para receber spanking.
As nádegas ficam expostas e esticadas, mas não de forma desconfortável. Há menos espaço para o spanker pegar impulso e ainda há bastante espaço para o spankee se mexer.

Apoiado

Inclinando o spankee sobre um objeto pode ser mais doloroso devido ao fato de estar sendo forçado contra um objeto imóvel, o que torna os golpes mais potentes. De acordo com o instrumento, pode-se inclinar mais ou menos o spankee, alogando as nádegas e esticando os músculos da coxa,  produzindo uma dor maior.

Tocando os dedos dos pés

Spankee em pé tocando os dedos do pé. O desconforto causado nos músculos das pernas e costas aumentam a sensação de dor. Essa posição permite pouquíssimo movimento do spankee gerando grande desconforto

Troca de Fralda

Posição de troca de fralda é uma posição extremamente dolorosa, pois a pele fica esticada e o spankee tem liberdade mínima para movimentação, além de permitir ao spanker acesso livre a área mais sensível, o final das nádegas e ínicio das coxas.

Cuidados Pós Sessão

O pós sessão é uma das partes mais importantes. Nunca deve ser subestimada ou deixada de lado, seja depois de um spanking erótico ou punitivo ele  sempre deve ser aplicado. Dom Hyde SP dá algumas dicas:

  • Observar atentamente a área surrada, procurando por cortes ou lacerações, mesmo pequenas feridas podem gerar infecções se não tratadas  adequadamente. Caso encontre, use soluções antissépticas (como Clorexidina- Merthiolate) para limpeza da região e se necessário faça curativos e
    limpeza diária até completa cicatrização.
  • Em casos de inchaço aplicação de compressas frias ajudam na diminuição do inchaço e no alívio da dor, em casos de hematomas o uso de compressas quentes após dois dias ajuda na reabsorção.
  • Observe o spankee e procure por sinais de alerta, tremedeira, suor frio, palidez, queda na temperatura, podem ser sinais de queda de pressão.
  • Após sessões pesadas podem haver hematomas, alguns adoram e levam os hematomas como medalhas de guerra, outros odeiam. Hematomas podem ser tratados com uma pomada de arnica para ajudar na cicatrização.
  • Jamais deixe que o spankee saia sem estar completamente recuperado fisicamente, ingestão de líquidos e alimentos podem ser grandes aliados na hora
    da recuperação
  • Conforto emocional e psicológico são necessários nessa fase, faça com que seu spankee se sinta seguro e querido.
  • Acompanhe a recuperação do spankee, dificuldade de cicatrização de lesões , dores prolongadas ou a presença de Vermelhidão e Calor nas região das lesões podem significar infecções, assim como a presença de febre pode significar uma infecção mais séria . Talvez seja necessário a avaliação de um médico
  • A presença de sangue na urina e ou Dificuldade e Dor ao respirar podem significar que a região lombar(dos rins) e as Costelas podem ter sido atingidas inadvertidamente, procure um médico. Ele ainda acrescenta:
    “Certas áreas não podem ser atingidas durante o spanking, região lombar, face pescoço, região de articulações e na região do tórax não se pode usar objeto duros como canes, devido ao risco de fratura de costela e lesão de pulmão. Também vale enfatizar que uso de objetos com possibilidades de cortes ou lacerações como, régua de metal, chicotes com pontas, chicote longo, etc, a atualização da vacina do tétano é necessária.”

Mapa de Segurança

 

Lady Eve

"And it's so easy when you're evil
This is the life, you see
The Devil tips his hat to me
I do it all because I'm evil
And I do it all for free
Your tears are all the pay I'll ever need"
-Voltaire, When you're evil